Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Pica-Pau de Picanha

Só estes dois nomes juntos, já dá tremelico nas pernas e saliva na boca. O Pica-Pau é mais coisa de lá (continente português) e nem tanto coisa de cá (Portugal insular).

A malta aqui gosta de picado e a vida corre bem, mas vamos alargar horizontes e aproveitar o melhor de tudo e de todo o lado. Assim, sendo este petisco é uma espécie de picado mas o molho é mais suave e leva um topping de pickles que, para mim, fazem uma combinação vencedora.

Esta opção de usar picanha é porque gosto muito e também porque, depois de tudo preparado, demora muito pouco tempo a fazer.


Vamos lá então à receita:

- 1 bife de picanha por pessoa (ou mais ou menos conforme o vosso apetite)
- 3 dentes e alho picados
- 2 folhas de louro picadas
- uma mão cheia de pickles variados e bem picados
- um cálice de vinho branco
- uma colher de sopa de manteiga
- azeite
- sal
- umas gotas de molho inglês

Comecei por cortar a picanha aos bocadinhos e temperá-la com o sal, louro e alho.
Numa frigideira coloquei um fio de azeite e fri…
Mensagens recentes

Bolo do caco com salmão fumado

Mafalda😘

Chicharros Fritos e o terrível cheiro a peixe (frito)

Gosto de chicharros assim em modo que bastante. Não vou dizer que adoro para não parecer os meus filhos. Mas é verdade! Gosto muito, muito, muito, de chicharros fritos. Atenção, FRITOS, não cozidos, nem assados, nem ao vapor. Fritos é como me sabem melhor e que, no meu entender, o ingrediente fica elevado.

São tão simples de fazer, sendo que nos tiram um bocadinho de tempo na parte de fritar.

Faço assim:
Tempero farinha com sal e pimenta, passo os chicharros pela farinha, ponho a fritar em óleo quente, retiro passados uns 6 minutos (depende sempre) e ponho a escorrer em papel de cozinha. Polvilho com sal grosso, salsa picada e limão.


É isto, não tem mais nenhum segredo!
Sirvo normalmente com arroz de tomate ou com broa e salada.

Mas, o titulo do post fala em cheiro a peixe frito e era sobre esse assunto que me queria debruçar sob forma de reflexão.

Eu apesar de gostar muito só há pouco tempo é que comecei a fazê-los em casa. Primeiro porque não os encontrava com muita facilidade. Ago…

Entre Amigos

Já ando para falar neste espaço há muito tempo e por questões várias ainda não o tinha feito. Ora aqui vai. O Entre Amigos é o restaurante da minha irmã, Luisa Freitas, e conta com 4 anos de vida. Talvez por ser o restaurante da minha irmã pode parecer que estou a ser tendenciosa, mas, meus queridos, nada como lá ir comprovar se estou certa ou errada.

Luisa Freitas 
Esteve fechado, como todos os restaurantes nestes tempos que passaram. Contudo, nada acontece por acaso e acho, muito sinceramente, que serviu de reflexão para uma ementa mais variada, diversa e deliciosa. E sim, está a respeitar todas as normas de segurança e higiene previstos na lei.

O menu foi pensado para agradar a todos. Como diz a Luisa: até os mais “esquisitos” vão acabar a refeição muito satisfeitos. Também não deixa de fora os vegetarianos, nem os que gostam muito de carne e de peixe, nem os que gostam de tudo para si e aqueles que gostam de partilhar. E sabem que mais? É tudo bom!😋

Eu tenho os meus preferidos, c…

Fava Lovers, esta é para vocês 👉💖

Então minha malta querida, como vai tudo por esses lados? Espero que bem! Por aqui tudo a andar levando um dia de cada vez que é o melhor para a saúde e quem tem saúde tem tudo, o resto é conversa.

Depois desta introdução conseguem perceber que estou cada vez mais idosa e não há volta a dar. Estejam comigo e aguentem firmes😁

E então a bola vai voltar e é já hoje! Já preparam os petiscos para este momento? Batatas fritas não contam.

Mas, como não gosto de dizer mal sem dar uma sugestão, aqui vai:

Favas com caril, ou favas de escabeche ou favinhas como as chamo.

São muito simples de fazer, requerem poucos ingredientes e fazem um brilharete. O mais importante desta receita é a qualidade das favas, da cebola, do azeite, do vinagre, da salsa, do caril, da malagueta e do sal

E pronto são estes os ingredientes.

Como fiz:

Cozi as favas em água e sal. O tempo de cozedura vai depender de como gostam das favas. Pelo menos 10 minutos para ficar al dente, e mais tempo para ficarem mais tenrinhas. …

Pudim de chia com cobertura de fruta

A RTP Madeira e o nutricionista Bruno Sousa estão a realizar, durante o mês de maio, vários programas dedicados aos produtos regionais. Tive o privilégio de ser incluída num lote de chefes, que muito admiro, e dar o meu contributo com uma sobremesa que tivesse como ingrediente principal a fruta.

É sempre com muito gosto que vos transmito todas estas sugestões que espero que gostem e que as ponham em prática pois este pudim de chia é uma ótima opção para diferentes refeições ao longo do dia.

O melhor mesmo é verem o vídeo e já sabem: alguma dúvida é só dizer e não se esqueçam de subscrever o canal e já agora o blogue, o insta e o facebook (@mafabulouscook).
Carreguem na imagem para ver o vídeo!

Podem ver os outros episódios carregando na imagem.


Mafalda

“Soube-me a pato”😃🦆

E a laranja, que isto de comer pato sem laranja é como o “avião sem asas, fogueira sem brasas, lá lá lá lá….”

Existem combinações que resultam tão bem que pouco se devem mexer. E claro está, se ambos os ingredientes tiverem qualidade, só temos de os tratar com carinho e elevar o seu potencial.

O que vos quero sugerir, hoje, é muito simples, mas delicioso, um truque que podem ter na manga para impressionar a vossa família e amigos.

Então vamos lá saber como se fazem os peitos de pato com laranja.

O que vão precisar:

- 1 peito de pato por pessoa
- 1 laranja por pessoa
- sal
- pimenta preta
- molho de ostra ou teriaki

Como fiz:

Comecei por dar uns golpes na pele do pato e temperei com sal e pimenta.
Entretanto pré-aqueci o forno a 200º e forrei um tabuleiro com uma folha de papel vegetal.

Numa frigideira coloquei o pato com a pele virada para baixo. Deixei estar assim uns 6 minutos. Depois virei-os e deixei estar mais 3 minutos.


Transferi o pato para o tabuleiro com a pele para cima.

O pa…