Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2020

#tbt - Risotto de Lapas e Tomate Seco com Topping de Curgete e Coentros

Mexer ou remexer no passado por vezes traz ansiedade mas… nem sempre é mau. No meu caso em concreto, tenho tido boas surpresas ao reler receitas que escrevi e que já não me lembrava. E ainda bem que o tenho feito! Muitas vezes dizem-me que me exponho demais, que o que escrevo não tem interesse nenhum, que sou muito extensa e que ninguém tem pachorra para textos grandes, mimimimi. A verdade é que todos esses comentários chegam-me a dentro e, infelizmente, mais do que eu queria. No entanto, tenho aprendido a relativizar esse tipo de feedback. Não que seja alheia à crítica, nada disso, já disse e repito: sem crítica não crescemos nem melhoramos. O que faço é por as cosias em perspetiva e acreditar que: quem gosta fica quem não, não é obrigado. E é assim que escrevo e é assim que vou evoluindo aqui neste cantinho. Adiante… Encontrei esta receita de Rissoto, escrita a 15 de maio de 2015, e percebi que ainda não tinha nenhuma receita deste prato aqui no blogue. Fica aqui a p

Arroz de alheira na frigideira

À conta dos 10.234.345 programas de culinária que tenho visto nestes últimos dias, tenho tido a alheira a passear cá por casa (passeio resguardado só alternado do congelador para o frigorífico, depois para a panela e por fim já se sabe… para o estômago do agregado familiar). É um ingrediente muito versátil e tenho conseguido dar-lhe um arzinho da sua graça, que não o pecaminoso e delicioso prato: alheira com ovo a cavalo. Ai o que gosto disso! Mas pronto Deus fez-me bonita, não me faz com um metabolismo acelerado e que sintetizasse enchidos em sais minerais, enfim… não se pode ter tudo! O senhor Deus teve de optar!😂😂😂😂😁😁😁 Não é que não visse programas de culinária antes desta quarentena se instalar, até porque os que estão a dar neste momento são todos repetidos, mas entre repetição e notícias COVID, nem tenho de pensar duas vezes na minha escolha. Este arroz surge de várias receitas que, com os ingredientes certos e alguns que não queria que se estragassem, fazem um arr

O Atum!

Ontem publiquei no Stories fotos de uns lombos que atum que ia preparar para o almoço. Digam o que disserem, os olhos também comem, e muitos foram os pedidos para que desse a “receita” de como o tinha preparado. Não vos querendo desiludir com o quão pouco este atum precisa e quero salientar alguns pontos ou considerações que tenho como verdade na minha cabeça: - A qualidade do produto é essencial em qualquer preparação/receita; - Quando falo de qualidade falo também do grau de frescura do mesmo; - Quando tudo isto se conjuga, só precisamos de dar uns toques para que passemos da 1.ª Liga para a Liga dos Campeões. Já fiz referência no instagram mas volto a fazer agora. Eu tenho comprado o peixe à Peixaria do Sérgio , que como o próprio nome indica o Sérgio é o dono e um exímio “homem do peixe”. Todos os dias, logo cedo, envia fotos e os preços do peixe que tem na sua banca na Praça do Mercado dos Lavradores. Podemos fazer a encomenda por whatsapp, mensagem ou mesmo ligar. Depois est

Folhado de maçã e mirtilos para festejar o post n.º 200

Ainda sou do tempo em que a aula 100 era festejada com música, batatas fritas, pôr-do-sol e Brisa Maracujá. Era uma celebração ansiada por todos e muitos eram os professores que acediam a fazer desta aula um momento lúdico e de convívio, consentido que se fizesse uma “festa”. No secundário tinha uma colega que tocava viola e até isso era permitido. Com sorte ainda podíamos sair mais cedo e acabar a celebração no café com os colegas. Muito na bera quando era uma adolescente com manias de adolescente; ir ao café com os colegas, top top! Boas recordações sim senhora! Sou uma pessoa de datas e comemorações e isso não é novidade para vocês que já me leem há algum tempo, para quem começou agora fica já a saber. 😁 E então os festejos fazem-se com bolo, neste caso com um folhado de maçã e mirtilos, tão bom e tão fácil que até os menos experientes na cozinha o vão conseguir fazer. O que vão precisar: . 1 pacote de massa folhada (de compra serve muito bem) - 2 maçãs (podem usar as que est

#fbf (flashback Friday)

Vocês gente super tecnológica e media social expertises , sabiam da existência desta hashtag ? Eu assim ao de leve sabia o que era #tbt mas confesso que tive de ir pesquisar sobre o assunto. Isto realmente tem piada: em que instante tudo mudou e ficou diferente. Alguma vez eu com a idade dos meus filhos tinha hashtag no meu vocabulário? Uma das premissas deste # é algo que nos deixe saudades, que nos traga sentimentos nostálgicos e foi isso que senti quando li este post escrito a 24 de maio de 2015. Devo dizer que escrever sempre foi algo que meu deu muito prazer e ainda bem que o faço. Reparem tb na qualidade da fotografia. Em 5 anos é de referir a evolução das câmaras dos telefones… Saudades…. Aqui fica a receita e o #fbf tal como foi escrito: “Boa tarde Domingueiros, Já está tudo com aquela sensação que segunda-feira é já daqui a pouco? Sim é verdade! Mas vamos lá aproveitar os dias grandes e o que ainda resta deste. Por norma este é um dia que se come menos ao jantar. Os a

Almôndegas com molho de tomate caseiro

Boa tarde, como o prometido é devido aqui fica a minha sugestão para esta prato tão reconfortante. Hoje vou sem demoras à receita: Almôndegas (6 pessoas): - 600 gr de carne picada (eu usei frango) - Pão panko ou outro com o miolo mole (o equivalente a uma chávena de chá) . 1 ovo - Sal - pimenta -alho em pó - gengibre em pó - cebolinho fresco picado Molho de tomate : - 3 tomates grandes - 1 pimento vermelho - 1 cebola - 8 dentes de alho descascados ou mais se forem “alheiros” - azeite - sal -pimenta - cebolinho ou outra erva fresca que tenham Como fiz : Liguei o forno a 200º e forrei um tabuleiro de ir ao forno com uma folha de papel vegetal. Nesse tabuleiro pus todos os ingredientes do molho de tomate e levei ao forno por 20 minutos. Entretanto, misturei os ingredientes da carne e fiz bolinhas pequenas. As almôndegas não se querem muito grandes, diz que sabe, que o tamanho ideal é o de uma bola de golfe. Se a mistura estiver muita húmida, difícil de

Ia falar de uma receita mas acabei por mudar de assunto

Boa tarde meus queridos, tudo bem por aí? Espero que sim e que a vossa Páscoa tenha sido a melhor possível. Não me tenho debruçado muito sobre o tema da quarentena e do Covid-19 porque acho que não vale a pena. Todos temos a nossa opinião e cada um de nós a tem vivido de modo diferente, sendo que o que tenho a dizer é que, seja qual for o caso, têm a minha maior empatia e solidariedade. Não é fácil, mas se vos posso dar uma dica, que é o que tenho feito e grande parte das vezes resulta, é esta: viver o aqui e o agora. Por a cabeça focada neste pensamento. Porque pensar no futuro, mesmo que esse futuro seja uma semana para a frente, pode ser imprudente e causar ansiedade e se pensarmos mais além um pouco, ui ui, não se metam nisso porque vão ficar com tremelicos nos olhos. A verdade é que faz hoje um mês que nos confinamos ao lar, os 4, o dia todo, sempre, sempre uns com os outros. Ontem, vi um post a circular no facebook sobre os filhos e não podia concordar mais. No meio desta “

Hambúrguer com ovo no buraco

Boa tarde minha gente, então como vai essa preparação para a Páscoa? Muito chocolate? Muita gordice? Por aqui vai mais ou menos, no entanto, o gasto calórico tem ficado aquém do desejável. Não que fosse a mulher mais fit deste mundo, nem de longe nem de perto, mas sempre andava na correria do dia-a-dia. Adiante… tenho falado com muitas pessoas, inclusive os daqui de casa que têm imensas saudades de comer um hambúrguer, daqueles com direito a tudo, incluindo batatas fritas, coca-cola e molhanga da brava. Para matar desejos nada melhor que usar a imaginação e aqui vai a minha proposta de hambúrguer com ovo no buraco. Para 4 pessoas: - 600 gr de carne picada - meia cebola bem picadinha - salsa bem picadinha - sal -pimenta - alho em pó -coentros em pó - paprica fumada Podem usar outras ervas ou outras especiarias a vosso gosto. Misturei tudo e fiz 4 hambúrgueres. Com a ajuda de um copo retirei-lhes o centro. O que sobrou fiz um hambúrguer “regular”.   Numa fr

Mafalda Freitas - Madeira Viva (Ep.22)

Com o Carnaval à porta, quis recriar dois clássicos que se salientam pela sua teatralidade: o Cocktail de Camarão e o Banana Split, que nos anos 80 e 90 estavam na moda por todo o lado, especialmente aqui na Madeira. Não havia casamento que não tivesse o Cocktail de Camarão e quem nunca foi ao Vagrant, num domingo à tarde, comer um Banana Split? Espero que gostem das sugestões. Cocktail de Camarão   Banana Split   Espero que gostem e que tenham uma boa semana! Mafalda