Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2019

Hoje é dia de festa, canta a minha alma - 2 anos!

Este pequeno grande espaço (a meu ver claro) está hoje de parabéns. São dois anos desde o nascimento do Mafabulouscook e muito orgulho tenho neste menino.

Umas vezes mais ativo outras nem tanto pois é assim que a sua “dona” vai levando a sua vida. Este blogue é um espaço meu, onde me sinto livre de escrever e publicar o que me vai na alma com pouco filtro e sempre de coração.

Hoje, em dia de festa, deixo-vos não uma, mas sim duas receitas para que possam sentir, em vossas casas, um pouco desta celebração.

Obrigada por continuarem desse lado!💓

Então vamos lá saber o que vos tenho para apresentar!

Nada mais nada menos que um esparguete com camarão, alho e malagueta e cabeças de gambas fritas com especiarias.

Comecei por descascar meio quilo de camarão que já estava cozido. Guardei as cabeças e deitei fora a pele e as patas. Reservei.

Cozinhei o esparguete conforme as indicações da embalagem, ou seja, entre 8 a 10 minutos para ficar “al dente”.

Entretanto no wook salteei o alho (5 …

Mafalda Freitas - Madeira Viva (Ep.14)

No Outono um dos ingredientes de eleição é o cogumelo. Neste episódio vou dar-vos duas sugestões de como os usar de forma simples e saborosa. Vamos ter cogumelos salteados com ervas e limão e também um creme de coco e cogumelos.

Vejam o vídeo aqui!

Pudim de semilha

Este regionalismo muito característico de antigamente não é nada mais nada menos do que puré de batata. Ouvia este termo da boca da minha avó e sempre que havia pudim de semilha era alegria garantida. Pois meus queridos, hoje não vem receita de sobremesa 😉


Existem várias recitas e várias formas de fazer o puré de batata, umas mais calóricas que outras, mais cremosas, mais grumosas, aqui o segredo é agradar a quem vai comer.

O meu não leva natas nem manteiga de vaca, mas antes de vos dizer como o fiz vou explicar porque é que o fiz.

Esta semana a minha casa foi brindada com viroses, nada de muito grave, mas daquelas que metem vómitos e febre. Nestes casos a vontade de comer é mínima e eu não costumo insistir com comida. Apenas água, muito mimo e banhos tépidos.

Contudo, uma vez tive uma gastroenterite daquelas que chegam a dentro de tal forma que fui ao médico. Quem me consultou foi o Dr. Ian que não me lembro do sobrenome e que infelizmente já não está entre nós. Este disse-me o s…

Reunião de Condomínio e o vizinho Zé

Como todos os anos acontece, ontem foi dia de reunião de condomínio do prédio onde moro. Sendo um evento pouco glamoroso a puxar para o aborrecido, o que faço com o meu marido é que cada um de nós se vai revezando: uma vez vai ele outra vou eu. Ontem calhou-me a mim!
Não tinha tido um dia particularmente ligeiro e ia com aquela sensação de que ia dizer que sim a tudo para ver se não demorava mais do que o necessário pois precisava de descansar a cabeça.
Eu já tive várias lições na vida que me deviam ter ensinado que não vale a pena fazer futurologias e nem sempre o que se adivinha negro e sombrio assim o é. Mas mesmo assim continuo a cair nesta dinâmica de pensamento negativo. Tonta que sou!
Lá discutimos o orçamento, lá aprovamos o orçamento, lá fizemos as nossas considerações e pedidos, lá fizemos tudo o que uma boa reunião de condomínio merece.
Primeiro parêntese: vivemos numa era de opinião rápida e gratuita, de gente que se odeia virtualmente, presencialmente, que o seu bem pass…

Por a comida na mesa | Sopas e refeições ligeiras

Vamos continuar na programação das refeições da semana desta vez com as sopas e as refeições ligeiras. Aqui já se começa a misturar o almoço e/ou o jantar ou parte deles.

A organização e planeamento vão funcionar de forma muito eficaz para conseguirmos ter as refeições prontas a tempo e horas. A azáfama diária, as multitarefas com os filhos, ou mesmo com uma vida profissional agitada tiram-nos a energia necessária para termos ideias fantásticas quando chega a hora de cozinhar. Assim sendo, se tivermos tudo à mão fica, sem dívida nenhuma, muito mais fácil.

Vamos começar então com as sopas.

São nutritivas, alimentam, ajudam a saciar e se prontas bastam uns minutos para as aquecer. Eu costumo fazer a sopa para dois dias de refeições para não me cansar daquele sabor e fazer com que o comer a sopa não seja um castigo. A semana toda a mesma sopa é capaz de cansar, concordam?
Na minha casa o puré é o mais consensual, mas se preferirem não triturar é uma mais-valia. A mastigação ajuda no pr…

Malta o Verão está a chegar!