Avançar para o conteúdo principal

O Lado Doce da Europa: Viagem a Bruxelas – Dia 1

No próximo dia 5 de maio faz um ano que eu e a Ângela ganhamos o concurso O Lado Doce da Europa. Aqui podem ler tudo sobre esta aventura, mas resumidamente foi um concurso promovido pela Eurodeputada Cláudia Aguiar Monteiro, em parceira com o Centro de Informação Europe Direct Madeira.

Era-nos proposto elaborar uma sobremesa de um país membro da União Europeia e a nossa Cielaviņa, receita típica da Letónia, levou-nos até Bruxelas.

Entre os dias 4 e 6 de abril tivemos uma experiência fantástica que misturou boa comida, boas visitas institucionais, boas visitas lúdicas, novos conhecimentos e melhor que tudo tivemos a companhia uma da outra para disfrutar deste prémio.

No dia 4 acordamos cedinho que isto de ser ultraperiférico é sinónimo de vários voos até ao destino final. Nada a que já não esteja habituada e é sempre um mal menor numa realidade que me dá muito gosto: viajar!

Voo para Lisboa, depois voo para Bruxelas, onde aterramos já perto da hora da visita programada ao Parlamento Europeu. Da minha parte devo dizer que é de louvar estas iniciativas de dar a conhecer as instituições a todos os cidadãos. O conhecimento traz sempre melhor discernimento. E em modo de apelo e um bocadinho fora de contexto relembro a todos a importância de votar no próximo dia 26 de maio para eleger os nossos representantes nesta grande comunidade europeia.
 Vista da entrada principal do Parlamento Europeu

 Nós!

 Parlamento
 Eu e a eurodeputada Cláudia Aguiar Monteiro

O Grupo de Madeirenses!

Adiante…

Neste dia as atividade estavam todas programadas e à noite tivemos um jantar convívio no Chez Léon onde as tradicionais Moules au vin blanc foram as rainhas da noite. Tivemos a companhia dos alunos da Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco e digo-vos uma coisa: a humanidade não está perdida! Há gerações mais novas que têm tudo para dar uma boa continuidade aos desígnios do país e fazer-nos ansiar por um futuro promissor.

Moules au vin blanc

Meus queridos se me estão a ler foi um gosto conhecer-vos!

Ainda sobre comida, experimentamos a salchicha com mostarda como entrada e a Gaufre com chantili (que não tenho foto) que nos serviram para sobremesa estava no ponto.


Chegamos ao Hotel cansadas, mas felizes da vida. O tempo de chegar à cama e adormecer foi muito curto, mas ainda bem que assim foi pois no dia seguinte tínhamos muito que andar e muito que ver.

Foi isso que aconteceu! Fiquem por aqui que depois falarei sobre o dia 2!
Espero que tenham uma boa semana e que gostem desta partilha.

Mafalda

p.s.- Gosto muito de viajar por cima das montanhas com neve. Este são os Pirenéus: lindos, grandiosos, imponentes e muito branquinhos.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

39… é muita fruta

E muito champanhe e balões e confetes e banda e fogo-de-artifício e todo esse banzé digno de mais uma volta ao sol.

Menos, muito menos. Já fui bastante mais festeira do que sou hoje e, muito sinceramente, basta-me saber de saúde que já fico genuinamente feliz.

Começo este ano com a perfeita noção que tenho muito mais para agradecer do que reclamar e este sentimento tem vindo a ser reforçado ao longo do tempo.

Para uns sou velha para outros sou nova mas para mim é o que é e se cá cheguei só pode ser bom.
Tenho muito que me orgulhar: desde os meus filhos, ao meu trabalho, a este blogue e a todo o esforço e dedicação que deposito em todas estas tarefas.

Tento sempre fazer o bem, ser correta e cordial. Acredito que tudo isto venha em retorno: recebemos o que damos.

Em forma de desejo(s) e por esta ordem de importância:
- saúde
- amor (bom e verdadeiro)
- dinheiro no bolso (que dá sempre jeito)

Que nunca me falte:
- imaginação e motivação para continuar a cozinhar
- imaginação e motivação…

O lado Doce da Europa- uma aventura com final feliz

Integrado nas comemorações oficiais do Ano Europeu para o Património Cultural, a Deputada ao Parlamento Europeu Cláudia Monteiro de Aguiar em parceria com o Centro de Informação Europe Direct Madeira (CIED Madeira) promoveu o Concurso Gastronómico “O lado Doce da Europa”.

O concurso teve como principal objetivo divulgar a gastronomia europeia, especificamente a doçaria, enquanto elemento importante da identidade e diversidade cultural dos  indivíduos, comunidades e sociedades.

As equipas tiveram que reproduzir uma receita - doce/sobremesa típica de um Estado Membro da União Europeia, fornecida aleatoriamente pela organização do concurso.

Aqui começa a aventura!

Quando fui entrevistar a Ângela Jesus para a rubrica “pessoas que eu recomendo” no inicio de março, não me passaria pela cabeça ver-me envolvida neste concurso. Enquanto falávamos, cozinhávamos, tirava fotos e fazia perguntas, surge a questão: Mafalda, quer ser minha parceira num concurso? Eu: concurso? Ângela: sim, de doces!…

Vou vender o “meu” pólinho

Sendo uma pessoa que se liberta bem daquilo que não precisa, existem duas coisas que me fazem confusão mudar: a casa e o carro. Talvez por serem bens mais caros e de certa forma mais permanentes e que por isso mesmo estão associados a memórias, vivências e experiências.

Este Volkswagen Polo 1.2 como a marca o chama é o “meu pólinho” do qual pretendo me separar. Como toda a separação sei que é para melhor mas tem o seu momento de luto.

Ora vejamos, este é o meu segundo carro. O primeiro foi um Smart for Two que tive de vender porque engravidei do Vasco e precisava de mais espaço. Como podem ver sou uma mulher de relações duradoras.

Não foi amor à primeira vista porque estava muito apegada ao Smart e custou-me deixá-lo ir. Todavia aos poucos deixo-o entrar na minha vida e aproveitei todas as vantagens que este carro me trouxe. É um carro fácil de conduzir, de estacionar e muito económico (é a gasolina 95). Sairá das minhas mãos muito estimado e tratado com muito carinho.

Assim sendo, está c…